A hidroterapia em pacientes com osteoartrose com maior idade

Mesmo não tendo uma cura definitiva, a dor crónica pode ser controlada e quanto mais cedo se começar a sua terapêutica, maiores serão as probabilidades de sucesso.

A Osteoartrose é uma doença que afeta predominantemente indivíduos do sexo feminino, sendo a idade avançada um dos seus principais fatores de risco. Também nestes casos, a hidroterapia pode constituir um tratamento complementar importante, pelas suas características muito próprias.

A Osteoartrose pode estar associada a várias situações, como fatores hereditários, atividades desportivas de alto impacto, alterações congénitas das articulações, obesidade ou o tabagismo.

Sendo uma doença progressiva, é natural que com o avançar da idade se registe algum agravamento dos sintomas associados, como por exemplo dores ou rigidez articular. Ao mesmo tempo, por causa destes incómodos, os pacientes acabam por se tornar menos ativos e isso também contribui para a atrofia muscular das zonas afetadas (e não só) e para uma diminuição da função articular. A inatividade acarreta normalmente um aumento de peso, o que vem agravar ainda mais a situação.

Por tudo isto, a prática de exercício físico é altamente recomendável e pode ser extremamente benéfica. Neste caso particular, a hidroterapia mostra ser um meio de tratamento da doença muito eficaz, tanto no alívio dos sintomas como na recuperação da autoestima do paciente.

As propriedades específicas da água e os princípios físicos a ela associados (flutuação, turbulência, viscosidade, densidade, empuxo e pressão hidrostática) apresentam caraterísticas terapêuticas de que os pacientes, sobretudo os mais idosos, podem tirar amplos benefícios: aumento da frequência respiratória e cardíaca, melhoria da circulação sanguínea e do retorno venoso, relaxamento muscular, auxílio ao movimento articular, aumento da força e da resistência muscular, entre outros.

Muitos fisioterapeutas utilizam, assim, a prática de exercício na água como uma forma de motivar os pacientes para que estes não desistam de estimular os músculos e articulações permanentemente. A hidroterapia não é apenas um tratamento que pode melhorar a qualidade de vida e a sua capacidade funcional, mas também um momento de prazer pessoal e convívio social.

Fontes (10/02/2022):
https://portalbiocursos.com.br/ohs/data/docs/101/43-Os_benefYcios_da_hidroterapia_como_recurso_fisioterapYutico_no_tratamento_de_osteoartrose_de_joelho.pdf

https://fisiosale.com.br/wp/wp-content/uploads/2019/02/Influ%C3%AAncia-da-fisioterapia-aqu%C3%A1tica-na-capacidade-funcional-de-idosas-com-osteoartrose-de-joelho.pdf

MAT-PT-2200154 V1 March 2022

Aviso

Está prestes a deixar um website da Sanofi e a aceder a outro site, onde não se aplica a nossa política de privacidade. A Sanofi não é responsável pelo conteúdo de websites externos.

Voltar Continuar

Pin It on Pinterest

Share This