Alternativas à cirurgia no tratamento da Osteoartrose

A cirurgia de substituição da articulação do joelho por uma prótese é uma opção de tratamento muito eficaz, sobretudo na Osteoartrose avançada. Contudo, um tratamento de fisioterapia adequado pode evitar o recurso a esta, conseguindo-se excelentes resultados no combate à dor e à degradação progressiva da articulação. Uma atividade física regular e adequada também pode contribuir para o mesmo propósito.

A cirurgia de substituição da articulação do joelho por uma prótese é uma opção de tratamento muito eficaz, sobretudo na Osteoartrose avançada. Contudo, um tratamento de fisioterapia adequado pode evitar o recurso a esta, conseguindo-se excelentes resultados no combate à dor e à degradação progressiva da articulação. Uma atividade física regular e adequada também pode contribuir para o mesmo propósito.

 

As medidas de proteção das estruturas da articulação do joelho, nomeadamente da cartilagem, são a base da abordagem terapêutica da osteoartrose do joelho.

É imprescindível educar o paciente para a importância de perder / não ganhar peso, evitar subir e descer escadas, evitar a posição de cócoras e de joelhos, evitar caminhadas grandes com subidas e descidas; aumentar os períodos de repouso, evitar carregar pesos e evitar calçado com saltos altos.
Para aliviar a dor e outros sintomas associados à osteoartrose, podem ser prescritos fármacos analgésicos e/ou anti-inflamatórios. A aplicação intra-articular de ácido hialurónico é outra das possibilidades terapêuticas.

Outros métodos utilizados para tentar diminuir a dor e a progressão da doença são as ortotéses plantares (palmilhas, cunhas) e as ortóteses do joelho (joelheiras), sobretudo em casos de alterações de alinhamento da articulação do joelho.

 

FISIOTERAPIA

Para tratamento das queixas e sinais inflamatórios podem ser utilizados agentes físicos de calor, agentes físicos de frio, ultrassons e correntes elétricas. As massagens são também técnicas muito utilizadas, visto que podem atuar nos diferentes tecidos peri-articulares e também em todo o membro inferior, além de possuírem inúmeros efeitos benéficos.

As técnicas de mobilização da rótula e do joelho visam aumentar os movimentos, sendo a extensão completa um objetivo muito importante. Os métodos de estiramento (alongamento) são também essenciais para combater o défice de extensão do joelho. O treino de equilíbrio e de consciência da posição (proprioceção) e a reeducação do padrão de marcha, constituem também métodos fundamentais na reabilitação. Se necessário, recorre-se a um auxiliar de marcha, normalmente uma canadiana.
Exercícios para fortalecer o joelho com desgaste da cartilagem têm que ser realizados em diversos músculos, para que se consiga aumentar ao máximo a estabilidade do joelho.

Também a hidroterapia é uma modalidade terapêutica muito útil em todas as fases, já que os diversos métodos e técnicas são realizados em descarga articular (menos carga sobre o joelho).

 

ATIVIDADE FÍSICA

Na Osteoartrose é fundamental que não exista uma diminuição da atividade física, procurando-se até um aumento desta, mas sempre em função da patologia ao nível do joelho e da condição global do doente. Além do reforço muscular específico, o treino aeróbico apropriado é também essencial para que o doente aumente a sua capacidade funcional.

Um indivíduo com Osteoartrose pode realizar reforço muscular e exercícios aeróbicos adequados, dentro de um desporto de que goste, desde que os gestos desportivos não causem dor no joelho, pois este sintoma é um sinal de alarme muito importante. A idade, a preparação física e a experiência em desporto são também elementos fundamentais na escolha da atividade desportiva.

Em geral, são desaconselhados os desportos com alto impacto no joelho, como os que, por exemplo, impliquem saltos. Caminhar, danças de salão, exercício em meio aquático (hidroginástica ou natação) e a bicicleta são atividades de baixo impacto e que são recomendadas sobretudo para indivíduos com idade mais avançada.

 

Fonte (22/05/2020)
MAT-PT-2000512 v1 08/2020

Aviso

Está prestes a deixar um website da Sanofi e a aceder a outro site, onde não se aplica a nossa política de privacidade. A Sanofi não é responsável pelo conteúdo de websites externos.

Voltar Continuar

Pin It on Pinterest

Share This