Covid-19 e Osteoartrose: o que precisa de saber.

Quem sofre de Osteoartrose tem maior probabilidade de ser infetado por COVID-19? O que podem fazer as pessoas com problemas de autoimunidade para se protegerem? Conheça algumas das respostas disponibilizadas pela Arthritis Foundation.

Covid-19 e Osteoartrose

Covid-19 e Osteoartrose: Quem sofre de Osteoartrose tem maior probabilidade de ser infetado por COVID-19? O que podem fazer as pessoas com problemas de autoimunidade para se protegerem? Conheça algumas das respostas disponibilizadas pela Arthritis Foundation.

RISCO DE INFEÇÃO

Ainda existem muitas dúvidas sobre este novo vírus, mas, em regra, existe a convicção de que pessoas com Osteoartrose inflamatória e autoimune, com uma manifestação de doença elevada, terão um risco acrescido de infeção, devido ao facto de a sua desregulação imunitária ser maior.

Em relação ao COVID19, o que se sabe com toda a certeza é que os idosos, os adultos com doenças pré-existentes (em particular, problemas cardiovasculares, diabetes e tensão alta) e aqueles que já tenham sido internados antes em resultado de outras infeções, são os que correm maiores riscos.

Para os especialistas, uma das maiores preocupações com as pessoas que contraem este novo vírus diz respeito a eventuais infeções bacterianas secundárias e complicações associadas a estas, que se possam seguir à infeção viral original.

Por estas razões, é fundamental que, quem achar que possa ter sido exposto ao vírus ou exiba sintomas comummente associados a gripes, ligue para a linha SNS 24 – 808 24 24 24, mencionando que se encontra a tomar medicamentos imunossupressores.

MEDIDAS DE PROTEÇÃO ADICIONAIS

Também aqui continuam a ser muitas as questões sem uma resposta final. Não se sabe ainda ao certo se pacientes com problemas de imunossupressão (redução da atividade ou eficiência do sistema imunológico), seja em resultado da doença, seja devido aos medicamentos que tomem para controlá-la, correm maior risco ou não.

Contudo, tal como o resto das pessoas, estas devem seguir de forma rigorosa as recomendações dadas pelas autoridades de saúde: lavagem frequente das mãos, uso de máscara em público e manutenção do distanciamento social.

É importante que as pessoas que já tomem medicamentos imunossupressores e cuja doença se encontre devidamente controlada, continuem a tomá-los regularmente, desde que, naturalmente, não exibam sintomas típicos de COVID19 ou doença respiratória. Neste caso, será necessário ligar de imediato ao médico especialista que acompanha o caso, para que o mesmo possa fazer uma avaliação mais personalizada do quadro clínico, designadamente do tipo de imunossupressão, tipo de sintomas e medicação que está a ser tomada.

Também é essencial que estes pacientes cuidem da saúde em geral, mantendo-se fisicamente ativos, controlando o stress, comendo e dormindo bem. Aulas online, workshops e aplicações de smartphone, podem ser uma importante ajuda para o conseguir. Aconselha-se, desde logo, a prática diária de atividades saudáveis, de forma a manter a boa forma e a controlar os sintomas da Osteoartrose.

Cuide bem de si, mais do que nunca.

Fonte
Acedido a 17/05/2020.
Esta página pode ser atualizada e deve ser consultada regularmente para acesso à informação mais recente.

Aviso

Está prestes a deixar um website da Sanofi e a aceder a outro site, onde não se aplica a nossa política de privacidade. A Sanofi não é responsável pelo conteúdo de websites externos.

Voltar Continuar

Pin It on Pinterest

Share This