Mindfulness na ajuda da dor crónica.

Pessoas que sofrem de dor crónica podem recorrer ao Mindfulness e à terapia cognitivo-comportamental como forma de tratamento das suas patologias.

Mindfulness na dor crónica

Pessoas que sofrem de dor crónica podem recorrer ao Mindfulness e à terapia cognitivo-comportamental como forma de tratamento das suas patologias.

Uma revisão de vários estudos, publicada na revista académica britânica Evidence Based Mental Health, aponta para a importância da utilização das técnicas de redução do stress baseadas na atenção plena.

A MindfulnessBases Stress Reduction (MBSR) pode, assim, ser usada para ajudar os doentes a aprender técnicas de meditação simples e muito fáceis de pôr em prática. Esta terapia passa pela prática de exercícios de respiração e de outros, como o ioga, que podem ajudar a estimular a consciência corporal e manter o foco no presente. Um tipo de exercício que pode ser realizado durante atividades diárias, como conduzir ou comer.

TRATAMENTO

Foi criado um programa de grupo com a duração de várias semanas e no qual se ensinou aos doentes o que devem fazer para “aumentar a consciência do corpo, emoções, sensações, pensamentos, bem como aprender estratégias de auto-regulação e respostas mais adaptativas ao stress”.

Os investigadores da Evidence Based Mental Health analisaram dados de 7 estudos, num total de 545 pessoas com dor crónica. Os participantes foram então divididos em segmentos que incluíam um grupo de controlo colocado em lista de espera, outro que recebia o tratamento padrão para estes casos, com a prescrição de analgésicos e anti-inflamatórios ou até nenhum tratamento e outro escolhido para receber a aprendizagem do MBSR.

Foram também analisados 13 estudos, num total de 1095 doentes com dor crónica. Metade destes foram selecionados para experimentar Terapia Cognitivo-Comportamental (Cognitive Behavioral TherapyCBT) que consiste numa forma de terapia de conversação utilizada para combater a dor crónica sem recurso a medicamentos.

Quanto aos doentes que não fizeram CBT, estes receberam tratamento padrão ou nenhum tratamento.

CONCLUSÕES

“Descobrimos que tanto a MBSR como a CBT melhoram os sintomas de dor crónica em termos de funcionamento físico, intensidade da dor e sintomas de depressão, em comparação com os cuidados habituais”, concluiu Wei Cheng, co-autor da revisão, realizada pelOttawa Hospital Research Institute, Canadá. “Ainda é muito cedo para dizer qual das técnicas, a CBT ou a MBSR, pode ser melhor para o tratamento da dor crónica”, acrescentou este investigador.

Fonte (maio de 2020)

Aviso

Está prestes a deixar um website da Sanofi e a aceder a outro site, onde não se aplica a nossa política de privacidade. A Sanofi não é responsável pelo conteúdo de websites externos.

Voltar Continuar

Pin It on Pinterest

Share This