Associação entre excesso de peso, obesidade, dor músculo-esquelética e osteoartrose.

Existe uma relação perfeitamente comprovada entre a obesidade e a osteoartrose, sendo que os efeitos que resultam da conjugação de ambas podem ir da inflamação das zonas afetadas às dores crónicas.

Existe uma relação perfeitamente comprovada entre a obesidade e a osteoartrose, sendo que os efeitos que resultam da conjugação de ambas podem ir da inflamação das zonas afetadas às dores crónicas.

Sabe-se que as situações de obesidade são potenciadoras de quadros inflamatórios e estão muitas vezes associadas a um grande número de doenças crónicas, como é o caso da osteoartrose. Esta, tratando-se de uma doença degenerativa ao nível do sistema músculo-esquelético, manifesta-se através de vários sintomas, como a dor e a disfunção articular, os quais tendem a aumentar progressivamente com a idade.

Naturalmente que, nestes casos, a obesidade é um risco adicional que se traduz num aumento da intensidade e frequências dos sintomas, podendo mesmo ocorrer fenómenos de incapacidade do paciente especialmente no caso de a doença acometer a zona do joelho. Isto sucede por o excesso de peso provocar a chamada rotura mecânica, em resultado de uma maior compressão das articulações e/ou alterações do seu alinhamento.

Mas o contributo da obesidade para o agravamento da osteoartrose vai além dos riscos de sobrecarga mecânica. Em outras situações, como por exemplo nas articulações dos dedos das mãos, constata-se igualmente a existência de estados inflamatórios crónicos em consequência da obesidade. Com o aumento desta em todo o mundo, aumenta também a probabilidade de existirem mais casos agravados de osteoartrose e, consequentemente, de pacientes que vão sofrer de dor crónica. Portugal não é exceção e torna-se assim essencial vigiar o peso, sobretudo para quem sofre com esta condição degenerativa.

Fontes (06/07/2022):
http://scielo.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-51732017000300007

MAT-PT-2200843 v1 setembro 2022

Aviso

Está prestes a deixar um website da Sanofi e a aceder a outro site, onde não se aplica a nossa política de privacidade. A Sanofi não é responsável pelo conteúdo de websites externos.

Voltar Continuar

Pin It on Pinterest

Share This