Osteoartrose e Osteoporose

A relação entre ambas as doenças tem sido objeto de muita especulação, não existindo uma convicção sólida e consensual junto da comunidade médico-científica sobre o assunto.

Conhece a diferença entre osteoporose e osteoartrose? E, afinal, que relação existe entre estas duas patologias?

A osteoartrose é conhecida por se tratar de uma doença crónica degenerativa que afeta diretamente as nossas articulações (mãos, joelhos ou ancas) e que tem origem num desgaste das cartilagens. Ao perder cartilagem, o osso das articulações desenvolve-se de modo a substituí-la, podendo com isso crescer anormalmente e, assim, tornar a articulação instável e dolorosa. Além das dores causadas, a função mecânica normal da articulação pode ficar comprometida e levar até a situações de imobilidade completa.

Já a osteoporose caracteriza-se por ser uma doença que leva a uma diminuição da massa óssea e a uma maior fragilidade dos ossos, tornando-os mais suscetíveis a fraturas (em Portugal, estima-se que cause cerca de 40 mil fraturas a cada ano). É conhecida por ser uma doença silenciosa, não apresentando sintomas evidentes até ao surgimento das fraturas. A sua progressão é muito lenta e só pode ser diagnosticada através da realização de exames como o de densitometria óssea. A osteoporose pode ainda causar deformações corporais como a perda de altura, o descaimento de ombros ou o encurvamento progressivo das costas.

A relação entre ambas as doenças tem sido objeto de muita especulação, não existindo uma convicção sólida e consensual junto da comunidade médico-científica sobre o assunto. O que se sabe é que a relação entre a osteoartrose e a densidade mineral óssea é um tema complexo e intrigante.

Para já, a principal questão que se levanta é a de se saber se ambas as doenças podem coexistir ou se uma impede o surgimento da outra. Nesse sentido, por exemplo, não é
possível garantir que os pacientes que sofrem de osteoartrose não venham a sofrer fraturas ósseas em simultâneo. Outra conclusão a que se chegou é a de não existem evidências de
que a medicação utilizada no tratamento da osteoporose possa aumentar o risco de osteoartrose.

Fontes (06/07/2022):
https://www.scielo.br/j/rbr/a/Q4jrJkvjq5pSjhr9rndB3sm/?format=html&lang=pt
https://www.celeiro.pt/cuide-de-si/temas-de-saude/osteoporose-a-doenca-silenciosa?gclid= Cj0KCQjw8amWBhCYARIsADqZJoWVb4SIxR55wt3QtcNx6pBKb2ueY4pwkQREuMPKvHFBLLNp
J8v_X60aAkFYEALw_wcB

MAT-PT-2200851 v1 setembro 2022

Aviso

Está prestes a deixar um website da Sanofi e a aceder a outro site, onde não se aplica a nossa política de privacidade. A Sanofi não é responsável pelo conteúdo de websites externos.

Voltar Continuar

Pin It on Pinterest

Share This