Osteoartrose entre as principais causas de incapacidade e reforma antecipada

A osteoartrose é a doença mais comum entre os indivíduos adultos, contribuindo em muitos casos para o fim precoce da atividade profissional, devido à incapacidade funcional que normalmente traz consigo.

A osteoartrose é a doença mais comum entre os indivíduos adultos, contribuindo em muitos casos para o fim precoce da atividade profissional, devido à incapacidade funcional que normalmente traz consigo.

Cerca de metade dos adultos portugueses sofre de doença reumática e, dentro destas, há a destacar a osteoartrose pela sua grande incidência e impacto. Conforme descreve o EpiReumaPt, “o maior estudo nacional desenvolvido para traçar o panorama epidemiológico das doenças reumáticas, 12,4% da população portuguesa adulta sofre de osteoartrose do joelho, 8,7% tem osteoartrose da anca e 2,9% de osteoartrose da mão.”

São números muito significativos e que devem ser tidos em conta pelo que representam em termos de custos económicos, sociais e pessoais.

Muitos pacientes de osteoartrose vêem-se impossibilitados de continuar a realizar as suas tarefas profissionais e são confrontados com o desemprego ou a reforma antecipada por invalidez (sobretudo nos casos em que a doença acomete o joelho). Além disso, gestos tão simples como segurar em objetos, subir escadas ou caminhar, podem-se tornar difíceis de executar, o que leva a uma significativa perda de qualidade de vida.

É, assim, importante esclarecer a população para o que esta patologia significa, como a prevenir e tratar. “O Joelho Dói” (www.ojoelhodoi.pt) é uma plataforma que pretende, precisamente, prestar informação relevante sobre a osteoartrose do joelho e o que fazer nestes casos. O objetivo é o de conseguir com que os pacientes aprendam mais sobre a doença e o que devem fazer para a enfrentar, minimizando o seu impacto e preservando a qualidade de vida.

Fonte (13/09/2022):

https://saudeonline.pt/osteoartrose-esta-entre-as-principais-causas-de-incapacidade-e-reforma-antecipada/

MAT-PT-2201022 v1 outubro 2022

Aviso

Está prestes a deixar um website da Sanofi e a aceder a outro site, onde não se aplica a nossa política de privacidade. A Sanofi não é responsável pelo conteúdo de websites externos.

Voltar Continuar

Pin It on Pinterest

Share This